Explicando a incompatibilidade

Saiu no Globo Informática Etc. de hoje uma reportagem da competente Elis Monteiro sobre os sites com design “exclusivo” para o IE e que apresentam problemas nos browsers alternativos – “Sob o domínio do IE”.

Um especialista em usabilidade faz uma ótima analogia entre os padrões da W3C e os padrões de encaixe de tubos, conexões e torneiras usados pelos fabricantes de material hidráulico.

Poucas ressalvas a fazer: em primeiro lugar, a Elis confundiu plugins com extensões do Firefox, que são conceitos parecidos mas distintos. Hummm…

Em seguida, o especialista fala em “miopia” dos desenvolvedores de sites. Não é só miopia, em alguns casos que veremos aqui é preguiça e burrice mesmo.

Na versão impressa do jornal aparecem dois exemplos de sites que têm problemas no FF e só aparecem direito no browser do mal. Um é o da Claro (já citado aqui), com seu problema de javascript. Só que o outro é o da WebMotors, cujo único problema é de visualização do form de busca por carros à venda no lado esquerdo da tela; ele aparece desposicionado no Firefox mas funciona perfeitamente. Esse não é o caso de crucificar o site aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *